Tem uma conta? Entrar

Após perder sua mulher, pai manda recado para todas as mães que estão lutando contra depressão pós-parto

Compartilhe

A gravidez é transformador para a mulher. Mas, a emoção, mudanças hormonais e físicas alteram totalmente a rotina da futura mãe. O lado negativo disso é que 1 em cada 4 mulheres brasileiras acabam sofrendo por um problema nesta fase: a depressão pós-parto.

Esse mal teve consequências graves para a canadense Florence Leung, de 32anos. A doença se tornou tão insuportável que ela desapareceu de sua casa na província de British Columbia, no Canadá, em outubro de 2016. Em 15 de novembro, Florence foi encontrada morta perto de Bowen Island, com suposição de afogamento.

Desolado, seu marido, Kim Chen, decidiu mandar um recado emocionante pelo Facebook para todas as mães que estão lutando contra a doença, que viralizou, atraindo além de compartilhamentos, relatos reais de mães que passam ou passaram pela mesma situação. Confira alguns trechos:

“Para todos as mães de primeira viagem que estejam sentindo ansiedade ou falta de motivação, por favor, procurem ajuda e falem sobre o que estão sentindo. Você não está sozinha. Você não é uma mãe ruim.

Nunca se sinta mal ou culpada por não poder amamentar, por mais que você se sinta pressionada pelas campanhas, folhetos e cartazes nas maternidades […]. Ainda me lembro de ler um folheto pra Flo que dizia que leite materno era alimento indispensável para o bebê nos primeiros seis meses de vida.

Também me lembro de cartazes na maternidade dizendo que o peito era a melhor opção. Embora eu concorde com os benefícios do leite materno, é preciso que seja divulgado que complementar a alimentação com fórmula é ok, uma opção completamente viável.

[…] Você se sente menos mãe quando tenta e tenta o seu melhor para amamentar que isso se torna um problema. A culpa de querer dar apenas o peito e não conseguir é debilitante”.

Flo fez sozinha uma sessão de fotos de maternidade. Fui seu assistente, pressionando o obturador e certificando-a de que seu cabelo estava arrumado. Por ser uma fotógrafa de moda premiada, Flo mostrou seu nível de dedicação habitual ao fazer essas fotos.

Estávamos tão felizes, todos os dias, vendo nosso filho chutar e crescer dentro de sua barriga. Mal podíamos esperar para dar as boas-vindas ao nosso bebê ao mundo. Eu adorava me aconchegar em na barriga dela, conversar e cantar para o nosso filho. Ela é tão preciosa para mim. Ele é tão precioso para nós.

Nosso bebê está crescendo e bem cuidado. Ele sorri muito!”, completou o pai.

Tente ficar atento aos sinais da sua mulher e ofereça ajuda assim que sentir que as coisas não vão bem. Não deixe esse mal acabar com sua companheira silenciosamente!

By Pai Moderno

Comentários

comentários

Compartilhe

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close